casamento casados um ano de casados o que muda (5)
Vida a dois

Nosso primeiro ano de casamento: o que mudou na nossa vida?

Esse mês eu e o Robert completamos nosso primeiro ano de casados. Loucura né? Parece que foi ontem que dissemos o nosso sim!

casamento casados um ano de casados o que muda (5)

Dizem que o primeiro ano de casamento é o que define como será a relação do casal.

E se você parar para pensar bem, isso faz todo o sentido, pois nesses primeiro meses, entre as descobertas e costumes que vocês criam juntos, isso define quem vocês são como casal.

Antes de casar, eu me preocupava se eu e o Rob iríamos nos dar bem. Nossa educação (em alguns aspectos) foram bem diferentes e eu não sabia como isso seria na rotina do dia a dia. Mas certa vez ele me disse algo que me acalmou: “amor, nós teremos o nosso jeito de fazer as coisas. Será a nossa casa e juntos vamos decidir como ela será”.

Isso fez todo o sentido para mim e é como tem sido. Nós decidimos tudo juntos e sempre buscamos um acordo. Respeito muito o espaço dele, ele respeita o meu (aliás, ele tem muita paciência para conseguir aturar minhas paranoias e TPMs). Nós nos encaixamos e fazemos com que tudo funcione.

 

O que mudou depois que casamos?

Para mim, tudo! Existe uma Cynthia AC e uma DC (antes do casamento e depois do casamento). Antes de casar, eu morava com meus pais (apesar de já ter morado sozinha), em outra cidade, tinha outro emprego, outra rotina (ia na faculdade), outros hábitos (físicos, alimentares).

Depois que casamos, muitas coisas aconteceram!

 

Aprendi a cozinhar

Eu já sabia o básico, mas não ia além disso. Aliás, na minha casa, sempre tinha comidinha pronta. Quando morei sozinha, não me animava em ir para cozinha, então os almoços eram bolacha recheada com Nescau. Beleza, hein!

casamento casados um ano de casados o que muda (5)

Hambúrguer vegano de grão de bico.

Quando casamos, já tinha uma visão bem diferente de alimentação e estávamos em processo de transição para o vegetarianismo. Além disso, dá um ânimo fazer comida para o maridinho com todos os seus pertences novos haha. Isso me impulsionou a tentar coisas novas e diferentes. Ainda tenho muito que aprender, mas para o dia a dia, já quebro o galho legal!

 

Nunca mais vou conseguir dormir sozinha

Você simplesmente acostuma a dormir junto. É uma das melhores partes, acordar ao lado de quem você ama. Mas tiveram raras noites em que o Robert foi deitar um pouquinho mais tarde, porque estava trabalhando, e eu sofri muito para pegar no sono sozinha.

 

Eu me formei!

Eu terminei a faculdade na semana que casamos. Tudo cronometrado. Meu maior desafio foi fazer TCC e planejar casamento, tudo na mesma época. O Robert foi meu braço direito nesse tempo.

Acontece que eu só colei grau (e finalmente senti a sensação de me formar) neste ano. Ao meu lado estava quem mais me ajudou para que esse sonho se tornasse realidade: meus pais, presentes desde o início de tudo e o Robert, quem mais me ajudou na etapa final. Alegria demais por fechar um ciclo!

 

Tirei carteira de motorista

Quando casamos, só o Rob sabia dirigir. O casamento é uma dependência em vários sentidos, mas também precisamos ter nossa INdependência para que as coisas funcionem de verdade. Um dos meus maiores medos (trauma de infância, porque fui atropelada) é dirigir. Mesmo assim, tirei a carteira e vou para os meus compromissos sem precisar que o Robert me leve e me busque. Parece algo bobo, mas depois que casamos, temos que continuar tendo nossos sonhos e metas pessoais.

 

Dinheiro tem outro valor

Morando com o pai e com a mãe, eu só devolvia meu dízimo e pagava minha faculdade (o salário dava só para isso mesmo). Mas eu pensava que quando casasse, juntando o meu salário e o do Robert, iria ter uma fortuna.
Não, não é bem assim! A gente achava que sabia, mas na verdade não fazia ideia de quão caro é ter uma família a dois. Aluguel (ou Minha Casa, Minha Dívida), água, luz, internet, comida, gás, gasolina, carro e outros gastos que nem fazemos ideia. O que eu posso dizer: sim, custa dinheiro. E agora com tudo aumentando, é ainda mais complicado, mas nunca foi impossível.

 

Você muda, prioridades mudam

Filmes sábado a noite se tornam o melhor programa! É um espírito de velho que começa a fazer parte do teu corpo haha. A verdade é que você passa a dar valor para a família, amigos, momentos. Com o dinheiro, você prefere comprar móveis do que roupas.

Aliás, eu mudei muito! Me descobri apaixonada por plantinhas, coisas feitas à mão (bordado, costura), cozinha. Antes, isso nunca passou pela minha cabeça. Acho que tudo isso é porque temos mais espaço e liberdade para explorar nossas loucuras, vontades, anseios. Você acaba se descobrindo.

Outro nível de intimidade

O casamento faz isso: você tem outro nível de intimidade com o seu marido/esposa. Um olhar e pronto, você sabe o que aquilo quer dizer. Eu não tenho vergonha de contar nada para o Robert. Ele sabe tim-tim por tim-tim do que eu penso, como eu me sinto. Eu também sei o que ele quer naquele momento. Que comida ele gosta, como ele gosta. Enfim, você conhece a fundo a pessoa e isso deixa o relacionamento muito mais intenso.

O amor só aumenta

Isso é a coisa mais doida da vida. Você começa a ver a pessoa todo dia (de pijama, com roupa de limpar a casa, com cabelo despenteado), consegue enxergar melhor seus defeitos, o encanto (paixão) do namoro se vai, mas o amor só aumenta.

casamento casados um ano de casados o que muda (5)

Isso é cumplicidade, aceitação, é decisão. Amor é isso: uma escolha. Temos nossos dias ruins? Temos sim. Discutimos, entramos em conflitos? Também. Isso torna tudo um desastre? Não, porque não permitimos. Nós nos amamos e a cada dia reafirmamos nossa decisão. Por isso, nos abraçamos, nos beijamos, trocamos elogios, somos sinceros, aconselhamos, apoiamos, brincamos, rimos e escolhemos ser felizes. Juntos.

casamento casados um ano de casados o que muda (5)

Previous Post Next Post

Posts relacionados

  • Dayana Machado

    Liiiiiiindo… É uma delícia ler seus posts!! Sempre que posso dou uma passadinha aqui, já está na barra de favoritos…rsrs!! Que Jesus seja sempre o centro do relacionamento de vcs!!! Parabéns pela bodas de algodão!!! beeeijos

    • ap202blog

      Ai que linda! Fiquei emocionada em ler seu comentário! <3 Muito obrigada Day! Que Deus abençoe muito a sua vida também querida. Você é uma fofa!

  • Nathalia Marques

    Acho que nunca li um post tão sincero e lindo com este, à respeito do assunto rs.
    Nem casei ainda e já me identifico com um monte de coisas ai em cima, e outras que terei que aprender em breve, como cozinhar (minha situação é parecida com a sua).
    Amei o blog, as fotos, e os post! Muito lindo e divertidos, além de sérios e sinceros (e ótimo português, difícil de achar na “blogosfera” rs).
    Estou ansiosa pelos próximos e desejo muitas felicidades ao casal! Continue assim, inspirando gente como a gente 🙂

    http://www.nadaemcomum.com.br

    • ap202blog

      Nathalie, que delícia poder ler esse comentário! É muito bom poder ajudar e inspirar pessoas como você! <3 Dei uma olhadinha no seu blog e me apaixonei tbm. Já está na minha listinha de favoritos. Beijos querida e desejo muitas felicidades para você também <3

  • discordo totalmente que o primeiro ano define como será a vida do casal. o que define como será a vida do casal são as escolhas diárias que o casal faz. 😉

    o relacionamento vai mudando com os anos, a vida muda, as pessoas mudam, o tempo todo. depois que vem filhos então…é tudo novo outra vez.

    • ap202blog

      Oi Ronise, tudo bem?
      Amei o comentário de quem tem mais experiência do que eu em casamento e pode dar opinião de quem já passou por isso para ver. 🙂
      Quando eu disse que o primeiro ano é que define, não estou dizendo que as coisas serão para sempre iguais o resto dos anos… Como você disse, nossas decisões diárias que definem.
      O que eu quis dizer é que somente depois de casar ou conviver diariamente com a pessoa que é que você vai saber como ela é nas suas peculiaridades e intimidades e como será o seu comportamento diante disso. Ou seja, vai ser nesse primeiro ano de casados que você vai ter uma noção de como é uma vida toda de casados.
      Mesmo assim, você disse tudo! O tempo muda tudo, inclusive nosso jeitinho de ser <3 Só vamos reparar isso lá na frente, quando nos demos a oportunidade de olhar para trás.

      • isso é verdade. quando eu casei eu já namorava há 6 anos e nossa convivência era super intensa. eu achava que conhecia bem meu marido, mas quando a gente passa a dividir o mesmo teto é bem diferente meeeesmo, teve que ter uma nova adaptação. mas é bom né, a gente cresce muito com o casamento. que Deus abençoe vocês!